quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Artigo:A Record poooooooooooooooode,PHA?


De modo geral, eu, o Paulo Henrique Amorim, o Azenha e o Rodrigo Vianna não toleramos os mesmos canalhas. É fácil detestar Daniel Dantas, Serra, Gilmar Mendes e outros tantos cagalhões da República de Pindorama. Também não gosto da hegemonia da Rede Globo e da atuação tendenciosa e imbecilizante da emissora.

Mas calma lá. Em que a Record é melhor? Como podem enxergá-la como alternativa à supremacia dos Marinho?

A emissora que mais cresce no país foi comprada por um estelionatário que, às custas da ignorância de milhões, enche sacos de dinheiro - livre de impostos - que engordam seu patrimônio pessoal e alavancam o crescimento estratosférico de seu império de comunicação.

E o "bispo" da Record não é o único. Há dezenas deles, que ao contrário de seus antecessores, que durante séculos venderam lotes no céu, cativam os fiéis com a promessa de prosperidade real e imediata. Dinheiro e poder. Carro novo e casa bacana. Como diz a "bispa" Sônia, "Jesus é quentinho" e quer ver você se dar bem aqui e agora. Já que não dá para garantir a vida eterna, vamos gozar agora mesmo!

Não dá para concorrer com esse tipo de 171. Se nas últimas décadas fomos reféns das velhas raposas, dos coronéis de Dias Gomes, agora estamos à mercê dos profetas do "edonismo em nome de Jesus".

A Globo é um dos cânceres do país - que saudade do velho Briza! Mas no seu período mais sombrio, PHA trabalhou lá. Azenha trabalhou lá. Rodrigo também. PHA vive dizendo que o jogo é assim mesmo: enquanto você trabalha em um lugar, tem de seguir as regras. Mas depois que sai, pode - e deve - mostrar a podridão de seus bastidores. O que é isso, companheiro?

De fato é enriquecedor conhecer os podres que imaginamos existir narrados por quem conheceu a coisa no dia a dia. O que não dá é para ouvir os podres da Globo contados por alguém que recobre com o manto da invisibilidade os podres tão ou mais aberrantes de seu novo empregador. Paulo Henrique, que como eu não gosta do Gilmar, do Dantas e do Serra, escreveu a biografia do Bispo Macedo! Paulo Henrique, Rodrigo, Azenha e tantos outros, emprestam sua credibilidade para o projeto nefasto do "bispo" da IURD.

Chega do monopólio da Globo. Mas não sejamos hipócritas e fiquemos de olhos bem abertos. Deus está morto, mas o poder dos que se beneficiam em seu nome é incalculável.
******************************************************
Comentário:É isto aí,Alf!!!!!!
Beijocas
Gabi

2 comentários:

Victor disse...

Ótimo texto, mas tenho a impressão que há uma incorreção: fiquei espantado ao ler que o PHA teria escrito a biografia do Bispo Macedo, fiz uma pesquisa e achei o livro a venda nesse endereço (http://www.larousse.com.br/detalhes.asp?codigo=LRSE-OBISPOEDIR&categ=299), tendo como autor Douglas Tavoralo. Ou então, não é esse o livro citado no texto. de qualquer forma, ótimo texto! bjs

Caseiro disse...

Salve, Gabi!
Acho que não nos falamos desde o ano passado...

Adotei uma gatinha muito simpática que é sua xará. Já veio com o apelido charmoso, que combina muito com ela.

Sobre o comentário do Victor, esclareço que ele tem razão, ao menos em parte. O PHA entrevistou o macedo para um especial enorme exibido pela Record e pela Record News. O "programa" foi patético. PHA tratou o "bispo"como um pobre injustiçado e se prestou a um papel lamentável. De fato ele não assinou a "biografia", mas segundo consta as "informações que apurou" enriqueceram a "obra literária". Imagino que ele tenha preferido não constar como um dos autores.

Abração,
Alfredo